Lição 9 Uma Família Nada Perfeita

Lição 9 Uma Família Nada Perfeita (Classe adultos)

🕛 Data: 28 de maio de 2023

Revista: Do professor – CPAD

Trimestre: 2° de 2023

🎓 Título: Relacionamentos em Família: Superando Desafios e Problemas com Exemplos da Palavra de Deus

✍Comentarista: Elienai Cabral

📚  TEXTO ÁUREO

“Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.” (Gl 6.7)

💡  VERDADE PRÁTICA

Tudo o que os membros da família plantarem colherão. Essa é uma lei universal de Deus que pode ser constatada na própria natureza.

 LEITURA DIÁRIA

SEGUNDA – Lv 18.6; Dt 27.22

A proibição divina a respeito do incesto

TERÇA – 2 Sm 13.7-11

A inocência de Tamar

QUARTA – 2 Sm 13.5,6

A sagacidade de Jonadabe

QUINTA – Gl 6.7,8

A lei universal da semeadura

SEXTA – 2 Sm 18.5-10; 1 Rs 1.5,6

A rebelião dos filhos de Davi

SÁBADO – Mt 26.41

É necessária uma vida de vigilância e oração

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

2 Samuel 3.2-5; 5.13-15; 12.10-13a

2 Samuel 3

2 – E a Davi nasceram filhos em Hebrom; foi o seu primogênito Amnom, de Ainoã, a jezreelita; 

3 – e seu segundo, Quileabe, de Abigail, mulher de Nabal, o carmelita; e o terceiro, Absalão, filho de Maaca, filha de Talmai, rei de Gesur;

4 – e o quarto, Adonias, filho de Hagite; e o quinto, Sefatias, filho de Abital;

5 – e o sexto, Itreão, de Eglá, também mulher de Davi; estes nasceram a Davi em Hebrom. 

2 Samuel 5

13 – E tomou Davi mais concubinas e mulheres de Jerusalém, depois que viera de Hebrom; e nasceram a Davi mais filhos e filhas. 

14 – E estes são os nomes dos que lhe nasceram em Jerusalém: Samua, e Sobabe, e Natã, e Salomão,

15 – e Ibar, e Elisua, e Nefegue, e Jafia, 16e Elisama, e Eliada, e Elifelete.

2 Samuel 12

10 – Agora, pois, não se apartará a espada jamais da tua casa, porquanto me desprezastes e tomaste a mulher de Urias, o heteu, para que te seja por mulher.

11 – Assim diz o SENHOR: Eis que suscitarei da tua mesma casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres perante os teus olhos, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com tuas mulheres perante este sol.

12 – Porque tu o fizeste em oculto, mas eu farei este negócio perante todo o Israel e perante o sol. 

13 – Então disse Davi a Natã: Pequei contra o Senhor […].Hinos Sugeridos: 166, 208, 320 da Harpa Cristã

Hinos Sugeridos: : 166, 208, 320 da Harpa Cristã

Objetivos da Lição:

I) APONTAR o papel de Davi como ungido e homem de Deus, bem como a extensão de sua família;

II) DESCREVER pessoas-chave que apotam a disfuncionalidade na família de Davi;

III) REFLETIR a respeito do problema moral na família.

INTRODUÇÃO

A despeito de ter sido um grande rei e líder em Israel, Davi não foi o mesmo como pai. Nesta lição, estudaremos as consequências que uma família pode sofrer quando os pais não assumem os papéis que Deus espera deles. A história dramática dos pecados na família de Davi pode nos fazer refletir e tem muito a nos ensinar. Veremos que essa família não era funcional e, por causa das omissões do rei, presenciou episódios de incesto, rebelião e morte. 

PALAVRA-CHAVE: Negligência

I – O REI DAVI E SUA GRANDE FAMÍLIA

  1. Davi, o ungido por Deus.

O livro de 1 de Samuel mostra a decadência do reinado de Saul e o processo da escolha de Deus a respeito de um homem segundo o seu coração para assumir o lugar do primeiro rei de Israel (1 Sm 16.1). Assim, Deus levou Samuel a casa de Jessé, o belemita, pois ali havia separado o novo rei ungido de Deus: Davi. Nesse momento, a Bíblia diz que “desde aquele dia em diante, o Espírito do Senhor se apoderou de Davi” (1 Sm 16.13).  

  1. Davi, o homem de Deus.

O Espírito do Senhor operou poderosamente na vida de Davi. Não havia dúvida de que Deus o capacitara para desempenhar a importante missão na monarquia de Israel: reunificar a nação. Ao longo dos capítulos de 2 Samuel, constatamos que o rei Davi foi bem-sucedido em seu propósito. Paulatinamente, as tribos foram reconhecendo a sua autoridade real (1 Sm 2.4; 5.1-3). Assim, Davi unificou a monarquia e foi vitorioso em tudo o que o Senhor era com ele para realizar.

  1. A grande família de Davi.

Entretanto, a despeito de o rei Davi ser ungido por Deus e o homem segundo o seu coração, ele entendeu que podia ter várias esposas e concubinas (1 Sm 18.27; 1 Cr 3.1-5,9; 1 Cr 14.3). Naturalmente, com todos esses casamentos, Davi teve mais de 20 filhos. Ao ter tantos filhos e filhas, acabou caindo na displicência com eles. Ele priorizou apenas os assuntos do reinado de Israel como principal atividade, suas conquistas territoriais com muitas guerras, e esqueceu-se de que tinha famílias espalhadas em vários lugares. Seus filhos tornaram-se problemáticos em suas vidas pessoais. 

SINÓPSE I

O rei Davi era um homem ungido e de Deus. Entretanto, a sua família fugiu ao ideal divino.

II – FILHOS E PARENTES NA CASA DE DAVI

  1. Tamar.

Era filha de Maaca. Esta era filha do rei Talmai, de Gesur, e mãe de Absalão, e este, portanto, irmão de Tamar (1 Cr 3.2), uma mulher bonita e virgem. Sua beleza atraiu a Amnom, seu meio-irmão, o filho primogênito de Davi com Ainoã (1 Cr 3.1). 

  1. Absalão.

Era irmão de Tamar, filho de Maaca e terceiro filho do rei Davi. Nos capítulos 13 a 19 de 2 Samuel, sua história está registrada em detalhes. Seu nome tem a ver com paz, mas ironicamente sua história nada tem a ver com ela: Absalão assassinou Amnom, seu meio-irmão, conspirou e rebelou-se contra o seu pai, o rei Davi.

  1. Amnom.

Quando Davi ainda não havia assumido o trono de Israel, mas já era o escolhido de Deus para reinar, casou-se com Ainoã e gerou Amnom (1 Sm 3.2). Feito homem, entre outros irmãos nascidos, Amnom demonstrou ser desajustado emocionalmente e dominado por paixões carnais. Foi por causa desse comportamento que ele se apaixonou doentiamente por sua meia-irmã, Tamar. Amnom ficou doente de angústia e de desejo incontinente por ela e, por isso, não comia nem bebia, totalmente dominado por essa paixão e, ao mesmo tempo, desconhecida por Tamar (2 Sm 13.2).

  1. Jonadabe, um conselheiro do mal.

Jonadabe era primo de Amnom e filho de Simeia, irmão de Davi. Segundo o que a Bíblia registra, era homem sagaz e de maus pensamentos em seu coração (2 Sm 13.3). O mal sempre atrai o mal e, por isso, esse homem induziu a Amnom a satisfazer sua paixão com um plano de mentira que envolvia Davi e Tamar, a vítima dessa situação (2 Sm 13.5-11). Jonadabe é o tipo do amigo que não se deve ter por perto quando se vive algum problema pessoal ou familiar. Ele é um exemplo concreto de mau conselheiro.

SINÓPSE II

Na presente de lição, Tamar, Absalão, Amnom e Jonadabe são personagens-chave na descrição do fracasso na casa de Davi.

AUXÍLIO BIBLIOLÓGICO

TAMAR, AMNOM.

A série de narrativas dos capítulos 13—22 são, principalmente, relatos do juízo de Deus cumprido na vida de Davi,

(1) O capítulo 13 registra o primeiro resultado dos pecados de luxúria, adultério e assassinato de Davi, o qual veio para assombrá-lo através das ações de membros da sua própria família (cf. Gl 6.7). O incesto e o assassinato entre os filhos de Davi foram consequências da sua luxúria reproduzida primeiramente por seu filho Amnom.

(2) Como Davi destruiu a felicidade da casa de Urias, Deus destruiu a harmonia na casa de Davi. Muitas vezes, Deus permite que os pecadores sofram tristezas e aflições para que eles e também outras pessoas que veem os seus exemplos possam temer a Deus (isto é, ter reverência pela pureza de Deus, pelo seu poder e juízo), afastar-se de seus pecados e converter-se a Deus (cf. Nm 14.20-36)” (Bíblia de Estudo Pentecostal. Edição Global. Rio de Janeiro: CPAD, 2022, p. 531.)

III – O PROBLEMA MORAL NA FAMÍLIA DE DAVI

  1. As consequências de sua falta de domínio próprio.

O capítulo 11 de 2 Samuel relata o adultério do rei Davi. O capítulo 12 registra o confronto do profeta Natã ao pecado do rei. Mesmo tendo reconhecido seu pecado de adultério, dissimulação e assassinato, o rei Davi não pôde evitar as consequências do seu pecado (2 Sm 11.1-13).

Incisivo e fiel à mensagem divina, o profeta Natã disse ao rei: “Eis que suscitarei da tua mesma casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres perante os teus olhos, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com tuas mulheres perante este sol” (2 Sm 12.11). Assim, não demorou muito para que um dos filhos coabitasse com as concubinas do próprio pai e o envergonhasse publicamente em Israel (2 Sm 16.21,22). 

  1. Incesto e morte na família.

Outro caso alarmante foi o pecado de incesto do filho mais velho de Davi contra a própria irmã Tamar (2 Sm 13.1). A consequência inevitável disso na família do rei foi o ódio alimentado por Absalão até matar seu meio-irmão Amnom, como vingança pelo abuso que sua irmã Tamar sofreu.

O relato de Amnom e Tamar está repleto de sagacidade, de sutileza e de mentira a fim de atrair a inocente Tamar para um laço indigno. Tudo muito doentio e pecaminoso (2 Sm 13.11,12,14,15). Depois de ter se deitado com sua meia-irmã, humilhando-a, Amnom a desprezou completamente. E o rei Davi? Soube do fato, irou-se, mas não fez nada contra Amnom. Em suma, uma das consequências trágicas desse comportamento do rei foi a tragédia anunciada da família: Absalão matou Amnom (2 Sm 13.27-29). E, mais tarde, ele cavou sua morte precoce (2 Sm 18.14), após desencadear uma rebelião contra o próprio pai a fim de tomar-lhe o trono. O rei chorou amargamente a morte de seu filho, Absalão (2 Sm 18.33).  

  1. Vigilância, proximidade e exemplo.

Essa história, do problema moral na família de Davi, ensina a todos os pais a respeito da importância da vigilância, da proximidade e do exemplo na família. É muito importante desenvolvermos uma relação sóbria e equilibrada com os nossos cônjuges, filhos, parentes e pessoas próximas da nossa família. Infelizmente, não estamos livres de deparar-nos com problemas morais difíceis na família. Por isso, é preciso que os pais façam a sua parte, acompanhando de perto o que acontece nos lares. Sobretudo, fazendo isso por meio do exemplo de quem busca viver para a  glória de Deus dentro de casa (1 Co 10.31).

SINÓPSE III

A decadência moral não teria lugar na casa de Davi se ele priorizasse uma relação sóbria e saudável na família, incluindo a vigilância, a proximidade e o exemplo.

AUXÍLIO DEVOCIONAL

COMO ARRUINAR A VIDA DE SEUS FILHOS

“Pode ser surpreendente, mas frequentemente as pessoas mais bem-sucedidas, segundo os padrões do mundo, têm sido pais terríveis. E alguns dos ‘menos bem-sucedidos’ criaram filhos dos quais qualquer pessoa poderia se orgulhar. 

Davi, apesar de seus méritos como o maior rei de Israel, foi um pai terrível. Alguns de seus erros são destacados nestes capítulos, e permanecem como exemplos que você e eu devemos seguir — se desejarmos arruinar as vidas de nossos filhos! Quais são as recomendações de Davi para o fracasso como pai?

Fique zangado, mas não castigue. Quando Davi soube o que Amnom fez à sua meia-irmã, Tamar, o texto diz que Davi ‘muito se acendeu em ira’ (13.21). Mas não há indicação de que ele tivesse falado com Amnom, e muito menos, que o tivesse castigado. Os pais que deixam de corrigir seus filhos podem esperar problemas maiores no futuro.

Ame demais os seus filhos. Depois que Absalão fugiu, Davi ‘pranteava a seu filho todos os dias’ (ARA). Davi parece ter sentido tanta falta de seu filho, que se esqueceu do que seu filho tinha feito. Meninos e meninas que são amados demais, de um modo em que ‘vale tudo’, causarão, sem dúvida, graves problemas.

Perdoe, mas não completamente. Davi finalmente permitiu que Absalão retornasse a Jerusalém, mas não o viu, durante dois anos. Se o perdão for concedido, deverá ser completo. O perdão incompleto, repleto de pequenos lembretes dos pecados passados, cria amargura e antagonismo. Quando Deus perdoa, Ele esquece. Se nós perdoarmos um erro, nós devemos fazê-lo completamente. 

Davi, um sucesso em sua carreira, era um fracasso, como pai. Ele se aborrecia com o que seus filhos faziam, mas não os castigava. Ele amou tanto seus filhos que perdeu a perspectiva. E perdoava de modo incompleto. Na sua vida familiar, o maior rei de Israel foi um dos maiores fracassos da história” (RICHARDS, Lawrence O. Comentário Devocional da Bíblia. Rio de Janeiro: CPAD, 2012, pp. 191-92).

CONCLUSÃO

Vimos que a família do rei Davi era disfuncional, o que trouxe problemas de longo prazo para toda a família. Por isso, é preciso cultivar os valores da Palavra em nossos lares, que os pais exerçam seus papéis em casa, transmitindo esses valores e acompanhando de perto os seus filhos; que os cônjuges tenham um relacionamento que traga equilíbrio e segurança aos filhos. A vida cristã em família é a maior prevenção contra os desajustes da atualidade.

REVISANDO O CONTEÚDO

  1. O que o livro de 1 Samuel mostra a respeito da monarquia de Israel?

O livro de 1 Samuel mostra a decadência do reinado de Saul e o processo da escolha de Deus a respeito de um homem segundo o seu coração para assumir o lugar do primeiro rei de Israel: Davi.

  1. Quem era Tamar?

Era filha de Davi com Maaca e irmã de Absalão.

  1. Como podemos identificar Amnom?

Era irmão de Tamar, filho de Maaca e terceiro filho do rei Davi.

  1. Quem confronta o pecado de Davi?

O profeta Natã.

  1. O que o rei Davi fez ao saber do fato entre Amnom e Tamar?

Ao saber do fato, Davi irou-se, mas não fez absolutamente nada contra Amnom.

Início

Subsídios EBD

Artigos

Lições Bíblicas

Postagens Relacionadas