a vida passa de pressa

Reflexões sobre a brevidade da vida: a sabedoria do Salmo 39:4

O texto de Salmos 39:4 em hebraico bíblico é o seguinte:

הוֹדִ֣יעֵֽנִי֮ יְהוָ֪ה קִצִּי וּמִדַּת יָמַ֖י מַה־הִ֣יא דִּעְתִּי אֵ֝פֹּה אֶדְעָֽה׃

Aqui está a tradução do hebraico bíblico para o português:

“Mostra-me, Senhor, o fim da minha vida e o número dos meus dias; faze-me saber quão transitória é a minha existência.” (Salmos 39:4, Nova Versão Internacional)

Este versículo é um dos muitos exemplos no livro dos Salmos em que o autor expressa sua angústia diante da transitoriedade da vida e sua inevitável mortalidade. O salmista, provavelmente Davi, está clamando a Deus para que lhe revele o fim de sua vida e o número exato de seus dias.

A palavra “קִצִּי” (kitsi)

A palavra “קִצִּי” (kitsi) é traduzida como “fim” ou “final” e pode se referir ao final de sua vida ou ao fim de uma situação ou problema específico.

A palavra “מִדַּת”

A palavra “מִדַּת” (middat) é traduzida como “número” ou “medida”, referindo-se ao número exato de dias que o salmista tem para viver.

O salmista reconhece a limitação de seu conhecimento e capacidade de entender a profundidade da vida e, portanto, pede a Deus que lhe revele o que ele não pode ver ou entender por si mesmo.

A palavra “דִּעְתִּי” (da’ati)

A palavra “דִּעְתִּי” (da’ati) é traduzida como “saber” ou “conhecer” e implica uma busca por compreensão.

Em resumo, Salmos 39:4 é uma oração humilde e sincera que reconhece a transitoriedade da vida e a dependência de Deus para entender a profundidade da existência humana.

O verso também expressa a sensação de que a vida é passageira e frágil, como uma sombra que desaparece rapidamente. O salmista busca compreender e aceitar a brevidade da vida e sua própria mortalidade, a fim de viver com mais sabedoria e propósito.

A última parte do verso, “אֵ֝פֹּה אֶדְעָֽה” (efoh eda’ah),

A última parte do verso, “אֵ֝פֹּה אֶדְעָֽה” (efoh eda’ah), é traduzida como “faze-me saber” ou “dá-me conhecimento”.

A palavra “אֵ֝פֹּה” (efoh)

A palavra “אֵ֝פֹּה” (efoh) é uma interrogação retórica que pode ser traduzida como “onde” ou “como”, mas neste contexto significa “quão”.

A palavra “אֶדְעָֽה” (eda’ah)

A palavra “אֶדְעָֽה” (eda’ah) significa “saber” ou “conhecer” e implica uma busca por compreensão.

A oração do salmista é um reconhecimento da soberania de Deus sobre sua vida e sua morte. Ele busca compreender e aceitar a brevidade da vida e sua própria mortalidade, a fim de viver com mais sabedoria e propósito. Esta é uma lição importante para todos nós, que muitas vezes nos distraímos com as coisas do mundo e nos esquecemos da fragilidade da vida.

Em resumo, Salmos 39:4 é uma oração de humildade e sabedoria, que reconhece a limitação humana diante da transitoriedade da vida e a necessidade de buscar a Deus para encontrar propósito e significado em nossas vidas.

Versão Hebraica:
Bíblia Hebraica Stuttgartensia

✍️Artigo: SAJ

Postagens Relacionadas